SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA

Pastoral Familiar na celebração de abertura SNF na Diocese de Presidente Prudente (foto Pastoral da Comunicação Diocesana)

A Semana Nacional da Família tem início no segundo domingo do mês de agosto, mês das vocações em que se comemora o dia dos pais. A critério de cada paróquia a celebração da Vocação Familiar, se estende por toda semana, e em cada dia uma reflexão proposta de acordo a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF).

Este ano temos como reflexão o tema central “A família, como vai?” Retoma a pergunta a 25 anos atrás da Campanha da Fraternidade de 1994.
A Exortação Apostólica “Amoris Laetitia: sobre o amor na família” do Papa Francisco, irá fundamentar e revelar a visão católica sobre a família.

A Pastoral Familiar organizou todos os preparativos para este acontecimento na paróquia São João Batista e Nossa Senhora Aparecida, visto que este ano com muita alegria também comemorada seus 25 anos de serviços de pastoral à comunidade.

Como partida que antecede a semana, na sexta-feira (9) a Pastoral Familiar Diocesana celebrou a missa de abertura, presidida pelo bispo Dom Benedito na catedral São Sebastião de Presidente Prudente, onde as pastorais familiar das paroquias estavam presentes com as imagens de seus padroeiros.

Padroeiros:  São João Batista e Nossa Senhora Aparecida
os casais coordenadores: Beto e Elaine / Clodoaldo e Marlene

Na paroquia iniciou-se com a passeata no sábado para a divulgação da semana e a abertura deu-se na celebração Eucarística do domingo as 19h00 na igreja da Matriz, onde apresentou a imagem do modelo de família, a “Sagrada Família” e também apresentar a programação de todos os dias até o próximo domingo para o encerramento.

A pastoral familiar tem um grande trabalho à frente, o compromisso de mostrar os valores de uma família, com exemplos e levar a santificação a todas. É nela onde nascemos, aprendemos e crescemos. Nela somos amados e aprendemos a amar, a respeitar e percebemos a ação amora de Deus, o sentido da vida, os valores morais e religiosos. É na família que nos introduz no exercício da cidadania, dos deveres e direitos e na obrigação de contribuirmos para uma sociedade digna e solidária.

Mas a família, todos sabemos, tem desafios a enfrentar. Injustiças sociais, êxodo rural e desemprego, violência, permissividade moral e agressão dos meios de comunicação. Os cônjuges se separam, as crianças perdem-se pelas ruas de nossas cidades. Tanto sofrimento exige de nós um compromisso maior.

E a sua família, como vai?
Participemos….

 

Pastoral Familiar na missa de abertura na Igreja da Matriz 11/08/2019 19h00